Como criar divisória para ambiente em apartamentos de luxo? Descubra aqui!

Divisória para ambiente: imagem mostra cozinha com mureta na cozinha.

Planos abertos e nada de paredes dividindo. Os ambientes integrados são uma das principais tendências nos imóveis — e estão presentes nos apartamentos de luxo. No entanto, em meio a cômodos amplos que podem ter mais de uma finalidade, é comum se perguntar como fazer uma divisória de ambiente sem precisar erguer paredes.

Você também tem essa dúvida? Para ajudar no projeto, preparamos este conteúdo com as principais dicas para criar divisórias para ambiente em apartamentos de luxo, garantindo elegância, beleza e funcionalidade

Confira essas oito sugestões criativas!

1. Jogo de níveis

1- EcoDeck Imbuia | 2- Ripado 105 Cipres

Uma das alternativas para dividir ambientes é o jogo de níveis. Ou seja, em vez de incluir uma divisória, é feita uma reforma no piso, elevando uma parte para criar um outro ambiente. Pelos impactos do projeto na estrutura, é preciso avaliar se ele é adequado ao apartamento.

Ele é mais indicado para dividir salas amplas, exigindo considerar também se a presença de degraus e desníveis não trará problemas de acessibilidade. Devido às obras necessárias, a alternativa costuma ter um custo mais elevado.

2. Cores vibrantes com marcos

O jogo de cores é uma alternativa para quem não deseja paredes ou outras divisórias físicas. Você pode separar os ambientes com uso de cores diferenciadas, utilizando tons mais vibrantes para marcar cada espaço. A opção pode se alinhar a diversos ambientes e apresenta um bom custo-benefício, embora a diferença seja mais sutil.

3. Cobogós

(Foto: J. Vilhora/Divulgação)

Você também pode criar uma divisória de ambiente com cobogós — elementos vazados que também ajudam a criar um diferencial decorativo. Ele é bastante usado na divisão de:

  • cozinha e lavanderia;
  • salas e home office;
  • áreas de lazer.

Esses elementos podem ser fabricados em diferentes materiais, então é preciso observar o design e demais características para garantir a melhor escolha.

4. Móveis baixos

Os móveis baixos não criam outro ambiente, mas sinalizam a divisão de espaços e colaboram com seu melhor aproveitamento. Um aparador atrás do sofá ou balcões podem ser usados com essa finalidade. Nesse caso, o uso de móveis baixos para dividir a sala de outros espaços é o mais comum.

5. Tapetes ou carpetes

Outra ideia que foca apenas em diferentes estilos de decoração é o uso de tapetes ou carpetes para criar a divisão entre os ambientes. Na prática, eles ajudam a setorizar cada espaço — e podem ser usados em conjunto com as outras sugestões deste post. Porém, essa é uma alternativa bastante sutil, então pode não se adequar às necessidades do projeto.

6. Vidro

Os painéis de vidro também podem ser utilizados para criar divisórias e são conhecidos pela elegância. Existem diferentes tipos a depender da finalidade, por exemplo: se a ideia é ter privacidade, ele precisa ser fosco ou com outros acabamentos. Na prática, ele pode se adequar a diferentes ambientes.

7. Estantes vazadas

As estantes vazadas são uma alternativa aos móveis baixos e podem ser utilizadas a partir dos dois lados. Assim, simultaneamente, elas dividem e trazem amplitude aos ambientes. Elas costumam se alinhar bastante às salas com estilo contemporâneo e ajudam a criar espaços de armazenamento.

8. Divisórias de ripa

Os painéis ripados ganharam destaque nos projetos de decoração devido à sua versatilidade. Eles podem ser aplicados em móveis e paredes, mas também servem para criar divisórias. Por isso, são uma ótima alternativa para quem visa separar os ambientes, sem abrir mão da sofisticação.

Eles são ótimos para dividir ambientes como:

  • salas integradas com outros espaços;
  • quartos;
  • escritórios;
  • cozinha e área de serviço.

Como as ripas podem ter uma separação entre elas, criando um efeito vazado, é possível instalá-las sem perder a sensação de amplitude — afinal, ela é bastante valorizada em projetos de conceito aberto.

Para escolher, não se esqueça de observar o material. As ripas e filetes de EPS, por exemplo, garantem durabilidade, praticidade, sofisticação e beleza, enquanto ainda entregam um projeto alinhado à sustentabilidade. Como benefício, é possível encontrá-las em diferentes cores, tons metalizados e ainda replicando a aparência de madeiras tradicionais.

Gostou de conferir essas dicas para criar divisória de ambiente em apartamentos de luxo? Agora você pode avaliar as alternativas para encontrar aquela mais adequada ao projeto, garantindo os melhores resultados.

Quer acompanhar mais conteúdos como este? Então assine a nossa newsletter e receba as novidades da Santa Luzia!

  • Santa Luzia Brasil BRA
  • United States USA
  • Santa Luzia Europa Europa
  • Blog Santa Luzia USA
  • Youtube Santa Luzia
  • Facebook Santa Luzia
  • Instagram Santa Luzia

    SUSTENTABILIDADE POR PRINCÍPIO

  • Santa Luzia - Green Building Council
  • Santa Luzia - Green Building Council Brasil
pt_BRPT_BR